Não Amarás

Helena, meu amor, espero que esteja passando bem, eu sigo perdida nos dias, perdida de mim, há tanto que fervilha aqui dentro que até as palavras fogem. Um pouco de silêncio, um pouco de fantasia, busco em tempos passados algo que dê uma pista de mim, como é possível me perder assim. Imagens e palavras e melodias, uma avalanche de vidas vividas, sou uma anciã, Helena.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s