Sobre Tristezas

“A tristeza é inconveniente, chega sempre na hora errada. Acaba com a conversa, com o riso despretensioso. Com a falsa felicidade que insistimos em performar. Escancara que a vida é dura, que somos seres frágeis e imperfeitos. A tristeza incomoda, como uma ferida mal cicatrizada. Esfrega em nossas caras que os amores acabam, que as batalhas são perdidas, que não há salvação. Ninguém gosta de uma pessoa triste. Ela se torna espelho de nossa própria derrota. Chega a ser insuportável ter que encarar que a felicidade é uma quimera que nunca chega a se materializar. Mas por que tão triste? Põe um sorriso nesse rosto lindo. Não! Eu não quero sorriso, não quero segurar o choro. Quero meu direito de ser triste. Amanhã vai ser outro dia, eu sei. Mas hoje dói.”

tumblr_nipas1jSoK1tahpkeo1_500

 

 

 

 

6 pensamentos sobre “Sobre Tristezas

  1. Puxa… se pudesse sentava contigo pra conversar. A vida não é simples, mas dizem os iogues que o sofrimento é opcional. Eu optei por isso depois dos 40. Foi a melhor coisa q fiz. Um abraço fraterno pra ti. 😘

    • Astrid, tenho conseguido lidar bem com minhas tristezas, deixo vir, acolho, sofro e depois mando embora. Fico incomodada com essa coisa de ter que ser feliz o tempo todo, principalmente em momentos difíceis. Seria ótimo se pudéssemos conversar 🙂

  2. You are clinging to something that is not real. Which is only temporary – a relationship. While you are in the relationship you can create an illusion to forget your loneliness for a moment, just the next moment you become aware a relationship is nothing permanent. Yesterday you did not know this man, you were strangers today you are friends. Who knows about tomorrow? You may be strangers again, and hence the pain.
    Your whole life shows that things go on changing. Nothing remains stable; you cannot cling to anything in a changing world. You want your relationship to be permanent but your wanting is against the law of change and that law is not going to make exceptions.
    Perhaps in the long run you will understand one day that it was good that it did not listen to you, that existence did not bother about you and just went on doing whatever it wanted to do, not according to your desire.

    Osho

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s