Saindo do armário

Boa noite!
Venho ao mundo hoje me revelar. 
Saio do armário para assumir que sou muitas. 
Tenho muitos lados, alguns que eu muitas vezes desconheço…
Mas estão todos aqui. 
Então, abrindo as portas empenadas e carcomidas exponho cada um dos meus lados que irão compor as minhas postagens daqui para diante.

1. O lado self: o lado mais obscuro e camuflado. Esse eu escondo até de mim. Mas é o meu lado contestador, inconformado, transformador, teimoso, polêmico…

2. O lado mulher: feminista, indignada, batalhadora, ingênua, forte, sonhadora, e todas essas coisas que eu acho uma grande bobagem, mas que estão lá (e agora estão aqui dentro).

3. O lado mãe: amorosa, dedicada, esforçada, engajada, superada, e todos esses adjetivos que nem existem, mas que passam a fazer parte da gente quando pare um filho.

4. O lado professora: idealista, esforçada, resiliente,  guerreira…

5. O lado dancing queen: (ou tequila woman para os íntimos), boêmia, dançarina, arruaceira, botequeira, festeira, e todas aquelas coisas que a minha mãe dizia que moça direita não podia ser…

6. O lado vadia: a que dá pra qualquer umx, mas só pra quem quiser, bissexual, que gosta de sexo, de fazer, de falar sobre, de aprender mais.

É… Todos os meus lados juntos dá tudo isso e mais alguma coisa…


Mas porque fazer todo esse drama, você se pergunta?

Veja bem, fui criada em uma família tradicional, branca, católica, classe média… 
Clássica estrutura conservadora camuflada de liberal…

Um vida inteira de mensagens dúbias, do tipo “faça o que eu digo, mas não faça o que eu faço” deixaram como saldo culpa… muita culpa… e muita coisa embaixo do tapete.

Fiz uma primeira tentativa de blog (veja aqui), mas era só mais um jeito de me camuflar.

Então, agora grito ao mundo: estou me libertando!

2 pensamentos sobre “Saindo do armário

  1. Que maravilha te reencontrar nessa nova fase. Mamaços, marcha das vadias entre tudo o mais que é possível querer melhorar no mundo. Infelizmente estou só observando, sem tempo para estar no espaço físico dessas mudanças, mas ao menos lendo já vejo uma mudança de atitude em mim mesma. Como a blogsfera é pequena… Conheci o meu marido por uma commu do orkut fundada por uma das meninas do Mamíferas (a Kath) e lendo o blog delas decidi que vou deixar o medo de lado e tentar ser mãe (não que eu esteja com mt pressa, mas qd vier será bem vindo). E pelo blog da Lola descobri teu twitter na msm semana que estava pensando em te procurar. Que delícia! Comentário ficou grande, desculpe, é que estou mt emocionada mesmo. Boa sorte em teus projetos, o blog está lindo!!! bjs

    Ingrid Weber

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s